João Bosco da Silva

PCdoB
65
Descrição:
JOÃO BOSCO, candidato a Prefeito de São José dos Campos. Filho de Aristides Amâncio da Silva e Maria Chaves da Silva, ambos já falecidos. O mais novo de 6 filhos, ficou órfão de pai aos seis anos de idade. Seus pais eram operários, exerciam a profissão de magarefe em um grande frigorífico da cidade valeparaibana de Cruzeiro/SP. Com 18 anos de idade deixou a família e a sua terra natal, Cruzeiro/SP e foi, junto com um grupo de amigos, morar em São José dos Campos/SP para estudar na Faculdade de Economia da então Fundação Valeparaibana de Ensino, hoje Univap – Universidade do Vale do Paraíba. Filho de família pobre, pagava as suas despesas com moradia e o ensino noturno com o salário que recebia trabalhando durante o dia, complementado com uma pequena ajuda financeira que recebia ocasionalmente da família, fruto de iniciativa de sua mãe que se cotizava com os parentes, amigos e vizinhos. Por sorte, contava com a boa vontade da direção da faculdade que não lhe cobrava os juros pelas mensalidades atrasadas. Mesmo assim, exercia a sua militância política de oposição ao regime militar na faculdade, onde foi dirigente estudantil do Diretório Acadêmico Campos Sales (Dacs). Formou-se em 1971 e foi professor assistente em 1974/75, na mesma Faculdade de Economia. Frequentou diversos cursos de extensão universitária, de especialização e aperfeiçoamento em escolas públicas e particulares. Também foi professor da Faenquil – Faculdade de Engenharia Química de Lorena, hoje EEL – Escola de engenharia de Lorena,[3] integrada à USP – Universidade de São Paulo, durante o ano de 1975. É militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), há quase 50 anos, desde a época em que o partido era clandestino. Foi vereador em São José dos Campos/SP durante vinte anos, de 1977 a 1996. Foi Secretário Municipal da Juventude e Secretário Municipal de Esportes e Lazer, em São José dos Campos, em 2013/2014. Aposentou-se em 20 de dezembro de 2012, pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo[5] – em cujo quadro de pessoal permanente ingressou mediante a prestação de concurso público – após contar com 38 (trinta e oito) anos de serviço público e 7 (sete) anos de serviços prestados junto à iniciativa privada. Possui três filhos, Leonardo, Gustavo e Vinícius Fassoni Silva. Foi agraciado com o Título de Cidadão Joseense, concedido por unanimidade da Câmara Municipal, em 2015, pelos “relevantes serviços prestados ao Município”, por iniciativa da então Vereadora Dra. Ângela Guadagnin. Foi presidente da CONAM – Confederação Nacional das Associações de Moradores, de 1986 a 1989. Foi presidente do SINDALESP – Sindicato dos Servidores Públicos da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, de 2002 a 2004. Foi presidente do Conselho Fiscal da SPPREV – São Paulo Previdência, em 2009/2010. Precursor da luta pela igualdade racial em São José dos Campos e Região. Foi fundador e ativista do Movimento Sócio – Cultural da Comunidade Negra de São José dos Campos, nas décadas de 1980 e 1990. No mesmo período, foi um dos fundadores e dirigente da Frenapo – Frente Negra para Ação Política de Oposição. Também participou do Congresso de Fundação da Unegro – União dos Negros pela Igualdade Racial, em Salvador/BA. Foi também o autor do Decreto Legislativo n. 05/1990, que concedeu o Título de “Cidadão Joseense” a Nelson Mandela, principal líder da luta contra o apartheid (odiento regime de discriminação racial que existia na África do Sul) e símbolo da Paz Mundial, que lhe foi pessoalmente entregue pelo Vereador João Bosco quando de sua visita ao Brasil, em Solenidade realizada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo no dia 2 de agosto de 1991.
Movimento social: UNEGRO
Cidade: São José dos Campos/ SP
Estado: SP
Região: Sudeste
Entre em contato com o candidato:
Buscar Por Cidade
Buscar Por Movimentos
Skip to content